quinta-feira, 23 de julho de 2015

São Paulo e a Política

Desde q cheguei em SP sempre me alertavam q paulistas não são chegados em política... Sempre entortam o nariz qd se começa a falar em partidos e conchavos políticos, como se fosse a tal coisa de “gente chata sulista”.

Com o tempo eu fui percebendo q os paulistas são altamente engajados qd se trata de moralismo e ideologia. De uma certa forma, tratam de política indiretamente.

Qd o paulista pede uma política opressora pra combater criminosos q atacam seu bairro, no fundo está dizendo q vai votar em um político conservador.
Qd atacam abordo e liberdade de expressão, no fundo estão indicando q querem políticos de direita comandando as pessoas.
Qd se opõem a movimentos sociais como forma de inclusão social, estão indicando q não votam no PT e q essa eh um cunho político indireto bastante forte nas suas mentes
No fim, querem sempre indicar indiretamente q estão votando em políticos do PSDB, ou de direita conservadora em geral, e se opondo ao PT.

Debates políticos escancarados são escassos.. Mas, discussões acaloradas sobre ideologia e moralismo são sempre bem vindas, e sempre com todo mundo se esforçando desesperadamente pra demonstrar q tem o dogma conservador. Essa eh a maneira indireta do paulista de lidar com a politica.

Esses assuntos são cotidianos, e as pessoas são bastante enraivadas ao comentar neles... Elas tem vergonha de assumir q gostam de política.. Mas, no fundo, sempre arranjam maneiras indiretas de mostrar sua ideologia, e portanto, suas intenções políticas.

terça-feira, 21 de julho de 2015

A Televisão nos Anos 90

No ano passado circulou um texto-viral na internet (um daqueles sem fonte, mas q eh copiado de todos os sites) chamado “22 cenas que você não vai acreditar que passavam na TV brasileira nas tardes de domingo”.

Esse texto eh ótimo pra esporrar em cima da galerinha conservadora/moralista dos anos contemporâneos.. Aquela q vota em Marco Feliciano , eh a favor do criacionismo nas escolas, xinga garotas q aparecem peladas em redes sociais, se diz estarrecida com imagens nuas e liberdade sexual aparecendo na internet e em algumas mídias atuais e fala coisas do tipo “para onde vai nossa sociedade? Estou cada vez mais chocado(a) com esse mundo que estamos indo...”.

Afinal, pra essa galera, bons eram aqueles tempos em que se brincava de bola de gude, todo mundo era virgem e se ia à igreja no domingo.

Curioso de se pensar q a galerinha q comenta essas coisas tenha geralmente entre 15 e 29 anos.

No texto-viral constam algumas coisas q rolavam nos anos 90, a tão sonhada época pura e de infância/adolescência desses puros doces frades...

Um link doTexto-Viral: A TV nos Anos 90

E eu lembro mt bem de todas essas coisas..

E continuo insistindo.. Vivemos em uma época de alto cunho moralista/conservador.. Nossa sociedade está decrescendo...

Nos anos 90, a televisão era mt mais escandalosa do q hj. Havia mt mais sexo, humor negro e td q eh tipo de depravação. E hj a reclamação eh mt maior.

Não eh simplesmente pq hj existem redes sociais. As pessoas estão mais conservadoras. A bancada no congresso eh a mais conservadora dos últimos anos, os evangélicos se multiplicaram, a violência urbana tornou pessoas mais facistas e paranóicas, a “falta” de medos (guerras mundiais, epidemias, etc) fizeram pessoas buscarem novos bodes expiratórios pra atacarem.


Devido a o texto-viral ter sido compartilhado por inúmeros sites duvidosos, eu peguei o primeiro da lista.. Eh provável q logo caia, afinal, esses sites são mal gerados...

Eh claro q eu fiz um backup no meu pc.. Eu não poderia perder de vista esse registro histórico.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Reportagens e O Lado Negro do Facebook

Esses dias numa das minhas andanças por aí eu descobri uma boa reportagem da SuperInteressante sobre as máfias do Facebook...

Coisas q eu dizia a séculos finalmente apareceram formalmente dentro de uma publicação...

Uma pena q a xodozinha da Abril não seja disponibilizada na internet...

Resumidamente, a reportagem demonstrava através de testes q os anúncios oficiais facebookeanos do “ganhe curtidas para sua pagina” são genuinamente Fábricas de Curtir.. Fazendinhas de Curtir... Pessoas que literalmente estão no Face só para isso...

Na reportagem tb constam algumas outras coisas q eu sempre aconselhava... como: o Facebook escolhe q tipo de post vc vai ler ou ter acesso... o q vc posta que pode (....pode?) ser lido pelos outros... etc...

Uma mini referência cybernética sobre a reportagem: Blog Comentando a Edição 348 da Revista Super Interessante

Apesar do teor da reportagem da Super ter sido bom, ela foi meio opaca... Então eu resolvi procurar coisas na net sobre o assunto e encontrei um vídeo realmente melhor...

Uma boa surpresa.. Existem pessoas alem de mim q pensam o mesmo...



E mais esse complemento...



Tá td em portugues... maravilha ;)